segunda-feira, 19 de maio de 2014

Porque a gente tem que fazer o que deve ser feito

A primeira vista é claro que fazemos uma leitura visual do aspecto do animal e temos sim nossa primeira impressão. E nossa primeira impressão pode não ser a mais justa.

Porque aquela alteração, que incomoda o dono, surgiu ontem! Mas ontem não deu para levar no veterinário, por falta de tempo, por falta de dinheiro, por falta de paciência.... Então o ontem, de anteontem, da semana passada, progrediu junto com a alteração demonstrada hoje.

Não é só dono de bicho que faz isso não. Quantas vezes protelamos assuntos que não deveriam ser protelados? Porque não organizamos nosso tempo adequadamente? Aí quando batemos nosso carro, ou quando somos requisitados para um funeral por exemplo, nossas prioridades mudam!

Então quando adiamos alguma coisa é porque não queremos fazer aquilo, por vários motivos. 

Mas se você tem um bichinho, não protele em cuidar dele.

Eu entendo que quando um proprietário procura uma casa de ração, um leigo, está buscando uma alternativa mais barata para resolver o seu problema. Assim como nós todos, compramos DVD´s piratas, ou coisas mais acessíveis que necessitamos. Um médico veterinário, que é o profissional preparado para atender, já tem suas limitações, imagina um leigo, que aplica vacina de gato em cachorro achando que assim ele vai começar a miar!!!!

Eu fico apavorada quando atendo um bichinho que sente dor crônica. Tento compreender o seu dono, porque qualquer que seja a sua trajetória, de falta de informação ou de informação errada, ele também sofre internamente por ter procurado ajuda tarde demais. E talvez esse seja seu martírio. 

#emoçãoxrazão